{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
11 maneiras criativas para reaproveitar as roupas do bebê
[editar artigo]

11 maneiras criativas para reaproveitar as roupas do bebê

Há alguns anos, uma apresentadora famosa da TV contou que não tinha a menor cerimônia em reaproveitar as roupinhas dos filhos gêmeos para durarem mais. Como ela fazia isso? Customizando e dando novas funções. Afinal, bebês crescem rápido demais e mancham as roupas com muita facilidade.

A mentalidade das pessoas mudou e a nossa consciência também. Por isso, reaproveitar roupas de bebês deixou de causar vergonha e passou a ser visto como algo bem aceitável e defensável.

Produzir e manter uma roupa custa caro para a natureza. Se cada família entender isso e fizer um pouquinho, o meio ambiente agradece, porque vamos economizar energia e água, poluir e despejar menos produtos químicos nos rios, etc.

Reaproveitar roupas do bebê é também um jeito de economizar no orçamento. Por isso, esticar seu uso enquanto for possível é sim uma maneira de poupar dinheiro.

Além disso, às vezes a roupa só manchou num pedacinho, ou ficou apertada no pézinho. Com um pouco de criatividade dá para driblar e manter o bebê confortável e lindo dentro daquela peça. Assim, a família evita de comprar mais um body, ou culote, ou macaquinho de forma desnecessária.

Por fim, reaproveitar roupas do bebê é divertido. Quem tem habilidades manuais — e também quem não tem — pode inventar novidades, mudar a função da peça, pintar, bordar e se jogar na brincadeira. Não há limites para a imaginação e para a arte.

Depois desse manifesto todo em favor de reaproveitar roupas do bebê, vamos à parte prática. Nós encontramos algumas maneiras simpáticas e simples para dar vida nova àquela roupa caidinha. Não precisa ser expert em artesanato ou costura não. Basta ter vontade de aprender e bom humor. Vamos lá?

Apertou?

Dica #1

Se a golinha da camiseta não passa mais pela cabeça do bebê, corte a gola e transforme numa camiseta com gola canoa. Cuidado para não abrir demais e procure não fazer zigue-zague com a tesoura. Outra ideia é abrir um pouquinho a gola dos dois lados, em direção aos ombros e colocar fita velcro ou fitinhas de cetim para fechar a abertura depois de vestir a criança.

Dica #2

Se o culote está apertado no pé da criança, mas ainda entra com folga nas pernas, descosture o pézinho da roupa e transforme o mijão em calça. Para proteger o pé gordinho do bebê coloque meias. Não tem problema se a barra desfiar um pouco. É estilo.

Dica #3

Ah! Foi o body que apertou embaixo? Tesoura nele. Corte a parte dos botões em linha reta e transforme numa camiseta. Roupa para mais uma temporada saindo do forno.

Dica #4

Quem tem habilidades, pode fazer uma barrinha de crochê, ou um acababento com viés. Quem não souber, pode deixar só cortado mesmo. A malha de algodão enrola depois de cortada e vira um acabamento bem moderninho.

Dica #5

Se as mangas ficaram curtas, corte e transforme em regatas. Essa dica é especialmente válida para aquelas roupas que as mães compram só por segurança no enxoval e acabam não usando porque o tempo não colabora. Compra seis bodies de manga comprida e só faz calor na cidade. Nada de jogar fora. O melhor é reaproveitar roupas do bebê.

Dica #6

Macacão que aperta no cavalo, aquela parte da fralda, também pode ser cortado bem naquela altura e vira um casaquinho fofo. Se está apertando no pé, corte essa parte e aproveite por mais tempo.

Dica #7

Uma dica valiosa: antes de usar a tesoura, se certifique que a roupa não está recém-lavada. Roupas saídas do varal costumam estar encolhidas e o lugar do corte pode ficar errado. Por outro lado, cuidado para não cortar nenhuma peça justo demais, porque quando lavar pode ficar mais curto que o desejado.

Manchou?

Essa é uma experiência clássica. O bebê sai do banho, a mãe arruma ele todinho, bem lindo e cheiroso, e na hora de sair para o passeio, vem aquela golfada que mancha o macaquinho de cima até embaixo. Ou, bem no dia da sopa de beterraba, o bebê vira o prato todinho em cima do body branquinho.

Dica #8

Nada de se desesperar. Para casos assim e outros similares sempre tem solução. Você pode reaproveitar roupas de bebê tingindo as peças. Existem tinturas próprias para tecido que podem ser colocadas em água fervente e ali você deixa a roupa de molho. O body branco vira verde em alguns minutos.

Essas tinturas são baratas, hipoalergênicas e rendem um bocado. Dá para colorir várias peças. O segredo é manter a roupa toda mergulhada no líquido e escolher uma cor que cubra a mancha.

Dica #9

Uma ótima ideia é fazer tie-die, aquela pintura bem anos 1970, com cara dos hippies californianos. Parece difícil, mas não é. Pegue a roupa escolhida e amarre com um barbante, formando uma padronagem com o cordão (espiral, listras, como preferir). A forma como vai dobrar ou torcer a roupa fará diferença nos desenhos que vão aparecer. Pode, portanto, soltar a imaginação.

Depois, misture água morna, sal e tinta para tecido (pode mandar ver na tinta, para ficar bem colorido, e no sal, que evita que a roupa solte tinta depois). Mergulhe a peça na água e siga as instuções da embalagem para deixar pelo tempo certo. Enxague, torça e deixe secar. Temos então um bebê bem estiloso.

Dica #10

Quem tem um filho mais velho pode aproveitar os dons artísticos dele. Se a roupa do bebê manchou, amarelou ou desbotou, entregue um pincel e tinta de tecido para a criança maior e decrete: hora de se divertir! A roupa vira uma tela de pintura e se transforma numa peça única, feita por um estilista muito especial.

Dica #11

Existem canetinhas próprias para desenhar em tecido que também funcionam bem. Além de reaproveitar as roupas do bebê, o irmão mais velho terá um bom momento de farra e oportunidade para expressar os sentimentos pelo mais novo.

Tem coisa melhor que brincar e ainda economizar? Não tem! É para isso que levantamos as dicas e ideias que você encontra aqui. E elas estão só aqui mesmo. Fica sabendo antes e com exclusividade apenas quem se cadastra.

É simples, basta colocar seu email e pronto: você já faz parte da comunidade e pode aproveitar todas as vantagens e conteúdos do Alô Bebê Club.

Alô Bebê

Alô Bebê

Redação - Alô Bebê

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar