7 dicas para cuidar do corpo após a gravidez
[editar artigo]

7 dicas para cuidar do corpo após a gravidez

Adaptar-se a uma nova rotina, que é ao mesmo tempo cansativa e maravilhosa, é uma das principais dificuldades para as mães. Em especial às de primeira viagem. Durante os meses iniciais do bebê, normalmente há uma entrega total às necessidades do pequeno. Mas, conforme o tempo passa e as habilidades maternas ganham mais agilidade, a mãe encontra tempo e energia para cuidar de si mesma e daquilo que precisa para se recuperar de uma das experiências mais extasiantes pela qual qualquer mulher pode passar.

No pós-parto, também conhecido como puerpério, há algumas preocupações comuns normalmente ligadas à estética. Vão desde pequenas manchas e estrias pelo corpo aos quilinhos a mais ganhados com a gravidez. Nada sério. Gerar um ser vivo vem mesmo com algumas alterações no organismo. Aqui, você confere algumas das boas práticas para conseguir cuidar do corpo durante esse período.

1. Alimentação para dar energia e controlar o peso

Nada de dietas rigorosas. O indicado durante o pós-parto é uma alimentação balanceada, rica em fibras. Refeições assim ajudam na manutenção ou na perda do peso, sem contar que colaboram no equilíbrio mental e na energia corporal tão necessários para essa fase.

Claro, o tempo para cozinhar e se dedicar a uma boa nutrição é quase sempre curto entre uma troca de fraldas e outras. Uma dica prática é trocar as frituras, açúcares e guloseimas por frutas, legumes e produtos naturais fáceis de preparar e de encontrar no supermercado. Alguns exemplos são batata-doce, arroz integral, abobrinha e peito de frango.

2. A tal da flacidez na barriga

A chamada diástase mexe muito com a autoestima da mulher. Trata-se do rompimento da musculatura abdominal que se divide na vertical, partindo do umbigo. O aumento da barriga e a flacidez na região podem causar dores nas costas e nas pernas.

Alguns procedimentos leves podem entrar em cena, após liberação médica: exercícios abdominais; drenagem linfática para ajuda a expulsar o excesso de líquido do corpo; massagem modeladora para eliminar o acúmulo de gordura; radiofrequência, uma técnica que usa um aparelho para quebrar a gordura; e raios infravermelhos, tecnologia que ajuda a combater a flacidez.

3. Postura e cuidados com as articulações

O cansaço, o sono e até a amamentação podem fazer com que as mães acabem se acostumando com posturas ruins para o corpo ao longo do dia. A coluna curva, os braços e ombros voltados para frente com o colo frequente ao bebê, as posições desconfortáveis para amamentar...

Tudo isso pode provocar dores no corpo. Alguns itens podem ajudar a evitar o desconforto, como sligns, carregadores e almofadas de amamentação. Outro conselho é abusar dos alongamentos ao longo do dia.

4. Água nunca é demais

Amamentação dá muita sede e é preciso manter o corpo hidratado. Caso contrário, você pode perceber os efeitos de ressecamento no corpo. Água também estimula o funcionamento dos rins, acelerando a eliminação dos líquidos retidos, que causam o inchaço. Esteja sempre acompanhada de uma garrafinha de água em todos os seus afazeres.

5. Atividade física: um tempo para você com seu corpo

Assim que o médico liberar, você pode começar a buscar uma atividade física de que goste. Os exercícios de baixo impacto são os mais indicados para o pós-parto. Caminhadas, pilates, hidroginástica e pedaladas são ótimas opções.

Pode parecer um esforço danado ter de se exercitar após um dia cansativo, mas você vai notar como esse momento acaba se tornando uma hora valiosíssima na qual é possível focar em si mesma e no seu bem-estar.

6. Observe a queda de cabelo

Aquele cabelo forte e grosso que raramente caía na gestação, simplesmente despenca no pós-parto. Isso porque as mudanças hormonais que vem com a gravidez diminuem a queda.

Depois que o bebê nasce, os hormônios voltam à normalidade. Então, todo o cabelo que não caiu começa a cair. Isso é comum até cerca de seis meses após o parto. Por isso, muitas mulheres acabam preferindo um corte mais curto ou optam por tratamentos antiqueda.

7. Cuide das manchas no rosto, comuns na gravidez

Aquelas manchas que surgem no rosto durante a gravidez, chamadas de cloasma, normalmente somem meses após o parto. A pele começa a clarear quando os níveis hormonais voltam ao que sempre foram e o corpo para de produzir tanta melanina.

Filtro solar aqui é regra. Caso as manchas demorem a sair, peça indicações ao seu médico de cremes clareadores. Outro conselho é não tomar pílulas anticoncepcionais que possuem estrógeno em sua composição, já que pode piorar os cloasmas.

É fácil ser mãe? Nós sabemos que não. Esperamos que com essas dicas ultrapassar essa fase do pós-parto, amando o seu corpo e, principalmente, a si mesma, se torne algo mais simples.

E você, tem alguma dica para compartilhar com outras mulheres? Alguma boa ideia para ajudar outras mamães? Cadastre-se aqui no Alô Bebê Club e comente sobre a sua história. Afinal, dividir conhecimento e experiências é uma atitude de empatia pelo próximo, não é? 

TAGS
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Continue lendo
Indicados para você