7 dicas para lidar bem com seu relacionamento durante a gravidez
[editar artigo]

7 dicas para lidar bem com seu relacionamento durante a gravidez

A primeira gestação é um momento de grande transformação na vida a dois. Com a gravidez, sendo planejada ou não, o período que antecede o nascimento do bebê é permeado de novos sentimentos. Medo, tensão e descobertas fazem parte desse pacote.

A gestante vive oscilações de humor em função dos hormônios, estados sensíveis e desconfortos com o corpo. Já o parceiro, normalmente começa a sentir o peso da nova responsabilidade e dessa nova fase da vida. Para ambos, o respeito ao tempo de cada um deve ser levado em consideração.

Não existe receita de bolo para enfrentar essa fase. Cada casal é um casal e vai enfrentar suas próprias dificuldades. Aqui você confere algumas dicas práticas, que costumam ajudar, para passar esses nove meses sem perder tempo com crise e focando no que realmente importa: a harmonia do casamento.

Cada um reage de uma maneira e isso é normal

Ter compreensão com o outro numa etapa que pode ser de instabilidade emocional interna, não é uma tarefa nada fácil. Esse trabalho requer maturidade e entendimento do que é importante: serenidade para que tudo esteja bem quando o bebê chegar. Para construir uma relação de empatia é preciso deixar de lado pensamentos e julgamentos pré-construídos sobre o jeito de ser do outro.

Divirtam-se juntos

Aproveitar a vida de casal é extremamente importante. Desfrute bons momentos a dois. Vá ao parque, curta um cinema, faça um jantar e convide os amigos. Esta é também uma oportunidade para desopilar das preocupações! Uma dica: aproveite esse momento para fazer passeios e visitar lugares que vocês ficarão um tempo sem ir depois do nascimento do bebê.

Respeite o espaço do outro

Nesse período é preciso que ambos se apoiem, mas as horas a sós são extremamente importantes. Até para que se possa enxergar a relação à distância. Reforce a ele — ou ela — a possibilidade de sair com os amigos ou sozinho. Esse espaço entre o casal valoriza a auto-estima e a liberdade individual.

Paciência

Com os nervos à flor da pele, numa fase em que os dois descobrem diariamente novos desafios, medos e frustrações, não é difícil perder a paciência. É essencial que ambos se enxerguem como porto seguro um do outro. Em caso de desentendimento, conversem. Busquem o diálogo, sempre. Isso vai evitar que pequenos problemas se tornem bolas de neve insolucionáveis.

Papai, participe

Nunca é tarde para lembrar: a gravidez não é somente da mulher, é do casal. Apesar de não vivenciar as mudanças físicas da gravidez, o homem precisa acompanhar o processo de perto. O carinho, atenção e amor do companheiro influenciam diretamente no bem-estar da gestante.

O pai pode e deve participar em situações como as consultas e exames, decisões sobre decoração do quarto do bebê, e na busca de informações sobre o parto. Esse vínculo é primordial na segurança da mãe e na presença com relação à criação do bebê.

Ajudem-se

Ninguém foi preparado para ser mãe ou pai. Esses papéis vão sendo construídos aos poucos. Se houver insegurança, comum nesse período, é importante que você se sinta à vontade para compartilhar esses anseios com o outro. Nada como reconhecer as próprias limitações para crescer como casal. Juntos e unidos os dois são mais fortes, principalmente para o bebê.

Tranquilidade na vida sexual

É normal que o clima de romance fique em segundo plano, principalmente durante o primeiro trimestre com tantos enjoos e exaustão da grávida. Além disso, no começo da gestação é normal que o casal enfrente inseguranças com relação à prática sexual, temendo pela saúde do bebê.

Nos meses seguintes, o desconforto com o corpo, com as posições ao dormir e o cansaço podem tomar conta. O diálogo é indispensável. Pode ser algo difícil retomar a vida sexual como era antes da gravidez, mas é importante se esforçar para manter a conexão física.

Lembre-se sempre: a relação a dois é uma via de mão dupla. Tendo isso em mente, a compreensão e o carinho nessa nova jornada devem ser mútuos, com presença e diálogo. Numa relação respeitosa, a chegada do bebê flui de maneira mais saudável e segura para toda a família.

Pra te ajudar antes, durante e depois da gravidez, o Alô Bebê conta com conteúdo exclusivo, fresquinho e relevante sobre esse universo. Inscreva-se aqui no Alô Bebê Club e fique sempre por dentro!

TAGS
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Continue lendo
Indicados para você