O que fazer para cuidar da pele do seu bebê?
[ editar artigo]

O que fazer para cuidar da pele do seu bebê?

Tocar a pele do bebê, com sua delicadeza natural, é uma das experiências mais gostosas que os pais podem ter. Mas, para essa camada fina e suave ter essa condição, é preciso cuidar da pele do bebê.

A pergunta que pais e mães, principalmente de primeira viagem, se fazem é:

Quais são esses cuidados afinal?

Por ter sido pouco exposta ao tempo, ao atrito com as roupas, a água e a outros fatores que engrossam e fortalecem a pele, tudo precisa ser feito aos poucos. Como tem menos pelo e lubrificação natural, tudo precisa ser muito pouquinho, para não ferir e nem irritar.

Não exagere na limpeza

Em outras palavras: não exagere na limpeza, na hidratação, na proteção e na exposição ao sol. Justamente por isso, cuidar da pele do bebê é fácil.

De uma forma geral, para cuidar da pele do bebê, um banho por dia, com sabão neutro no corpo e xampu de bebê no couro cabeludo está de bom tamanho.

Cuidado com a temperatura da água

Quente demais, pode ressecar a pele do bebê. A temperatura do corpo, entre 36 e 37 graus é o ideal.

Tenha atenção redobrada com as dobrinhas da pele, certifique-se que retirou bem os dois produtos e enxugue bem com toalha fralda ou felpuda muito macia. A pele estará sem a fina camada de gordura que a protege na saída do banho. Esfregar com mais vigor pode irritar e até infeccionar a pele.

Nos primeiros meses, não é preciso passar nenhum outro produto na pele da criança, caso tudo esteja indo bem. No entanto, se ela estiver assada, com brotoejas ou alguma alergia é preciso tratar.

Se aparecerem bolinhas, espinhas ou vermelhidão, procure o pediatra, só ele pode indicar o que fazer. Quando o tempo está mais quente, cuidar da pele do bebê requer atenção à exposição ao sol, ao calor e ao vento.

Cuidado com o sol

Caso braços e pernas do seu pequeno fiquem expostas ao sol — mesmo que por um tempo curto — vale a pena passar um protetor solar. Entre as 7h e 9h da manhã e 16h e 17h da tarde é opcional. Nos horários de pico, protetor próprio para bebê é obrigatório. 

Também no verão, a vida ao ar livre pede atenção com picadas de inseto. Converse com o pediatra e peça a indicação de um repelente para proteger e cuidar da pele do bebê. Existem mil produtos, com maior ou menor ação, sempre apropriados para cada idade.

Se for à praia ou à piscina, protetor solar antes. Reaplique a cada 2 horas, ou sempre que a criança entrar na água. Prefira deixar o pequeno na sombra, com roupas e bonés de tecido anti-UVA e anti-UVB.

Na saída retire o maiô molhado para evitar assaduras, dê um banho de água doce com sabão neutro e hidrate. A dica infalível é dar bastante água, água de coco e suco de frutas. A melhor hidratação é a que vem de dentro para fora.

No inverno, há dois vilões que podem irritar a camada cutânea do seu filho: água quente e roupas de lã. Mas ainda assim não é complicado cuidar da pele do bebê nessa época.

O primeiro tira a proteção natural da pele, deixando-a mais ressecada. Solução? Dar bastante água para a criança e usar creme hidratante. O segundo atrita com a pele, faz suar e pode causar irritação ou alergia. Normalmente, basta descontinuar o uso da peça que a irritação some. Se não passar, consulte seu médico.

Cuidar da pele do seu bebê não é difícil, ainda mais depois que alguém explica o passo a passo, não é? Mas se você também tem uma dica especial que deu super certo na sua casa, cadastre se aqui no Alô Bebê e ajude outras a famílias! 

 

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Continue lendo
Indicados para você