[editar artigo]

Passear com o pequeno no carrinho é um momento para espairecer

Eu tenho uma filhinha de dez meses que adora passear por aí. Realmente, o passeio com os pequenos é muito bom e, com o passar o tempo descobri que esse momento ser ainda melhor.

Uma das muitas preocupações sempre foi como escolher um carrinho que fosse confortável, seguro, prático e durável. São inúmeras opções no mercado, então pesquisei bastante para saber qual seria o melhor carrinho para nós.

Muita gente me disse que o carrinho não é essencial, mas a verdade é que ele pode facilitar e deixar a vida muito mais prática, pois te dá mais mobilidade para levar o neném para onde precisar.

Conversei com muitos pais e mães, visitei muitas lojas e li a descrição e a avaliação de diversos produtos na internet antes de bater o martelo sobre qual seria o carrinho da minha filha nos próximos anos.

Percebi que a opção ideal para a gente era o modelo guarda-chuva. Além de ser dobrável, ele é mais leve e ocupa muito menos espaço – moramos em um apartamento pequeno, então esse é um fator muito importante a ser considerado. O carrinho guarda-chuva também é um pouco mais em conta que outros modelos mais completos.

Quando chegou a hora de fazer o primeiro passeio, a primeira coisa que pensei foi “E agora?”. Eu tinha o carrinho, mas e o resto? Preparamos uma bolsa com fraldas, comidinhas, brinquedos, trocas de roupa e tudo mais que pudesse ser necessário para que essa primeira saída fosse perfeita.

Assim que saímos de casa, que delícia! Era um dia de sol, mas não estava muito quente, o clima era perfeito. Minha filhota estava animada, parecia que sabia que faríamos algo muito legal naquele dia.

Não estávamos nem perto de chegar ao nosso destino ainda e a minha bebê já estava dormindo profundamente. Com certeza deve haver alguma coisa no balanço do carrinho que faz com que as crianças sintam que aquele é o melhor momento para tirar uma soneca gostosa.

Chegou uma hora que a pequena cansou de dormir. Quando acordou, estava com um humor incrível, o que nos fez aproveitar ainda mais o passeio.

Demos uma volta no parque e, a cada coisa nova que aparecia, nós parávamos para olhar. Podia ser um pássaro, uma árvore ou uma flor – tudo ali nos divertia e nos deixava ainda mais relaxadas e unidas!

Depois desse primeiro passeio, percebi como pode ser um momento gostoso e diferente para fortalecer os laços de família. Esse passeio virou um divertido hábito semanal que me ajudava a espairecer bastante.

Ter um bom carrinho facilitou nossa vida. Ele nos dá um pouco mais de liberdade no dia a dia e permite que a locomoção seja muito mais simples e organizada, sem nunca deixar de lado a segurança do bebê.


 

cleiton fermino
cleiton fermino Seguir

Desenvolvedor WEB - Alô Bebê

Continue lendo
Indicados para você