[ editar artigo]

Qual a idade ideal para a criança aprender um segundo idioma?

Qual a idade ideal para a criança aprender um segundo idioma?

Ter habilidade em dois ou mais idiomas não é mais um assunto polêmico na educação das crianças. Hoje, no mundo globalizado, ser fluente em várias línguas garante interação e comunicação com pessoas do mundo inteiro.

Mais que uma habilidade para conseguir bons empregos no futuro, a criança aprender segundo idioma permite transitar pelo mundo contemporâneo com mais segurança, ferramentas e traquejo.

O ser humano é talhado biologicamente para aprender línguas desde os primeiros dias de vida. Nesse começo, de forma natural, por assimilação e proximidade. Se os pais são de nacionalidades diferentes, cada um pode falar na sua língua materna, porque as crianças entendem e reagem bem ao estímulo .

É verdade que algumas acabam misturando os idiomas e preferindo um dos dois. Mas, ao contrário do que se imagina, isso não atrapalha a aquisição de linguagem e o letramento.

Quando começar?

A partir dos dois anos já é possível a criança aprender um segundo idioma e, sistematicamente, outros idiomas. Ela entende que está sendo educada para isso e costuma gostar muito.

Quanto mais cedo a criança aprender outro idioma, mais cedo se sentirá segura e versada naquele idioma. As confusões na fala não chegam a atrapalhar o aprendizado.

Por volta dos sete anos de idade, as redes neurais estão formadas. A partir daí, a plastididade do cérebro para de aumentar e o espaço para armazenar conhecimento e aprendizado para de crescer na mesma velocidade. Não é que reduz a possibilidade de aprender, mas se ele foi trabalhado antes, a elasticidade é maior.

É com essa idade também que vem o letramento. Quando se aprende uma língua antes dessa idade é mais fácil se alfabetizar naquela língua. Ou seja, a leitura e a escrita ficam mais naturais.

Alguns estudos indicam, inclusive, que o contato precoce com vários idiomas promove adultos com proficiência em línguas no futuro. Há ainda outras vantagens em a criança aprender um segundo idioma desde cedo.

Benefícios

Aprender um segundo idioma é sempre um desafio. Por isso, tira a criança da chamada zona de conforto da aprendizagem e, se as aulas forem bem conduzidas, podem ser o mapa de uma grande aventura. Tudo isso desenvolve o que os educadores chamam de inteligência cognitiva, que favorece o aprendizado de qualquer habilidade.

Da mesma forma, aprender um segundo idioma estimula as demais funções cognitivas, como a fala, a memória, a criatividade e o raciocínio.

Quem aprende desde cedo não se apoia nos vícios de linguagem e de aprendizagem. Em outras palavras, a mente mais livre recebe melhor os novos conhecimentos. A língua materna ainda não está solidificada, assim como a pronúncia e o vocabulário. Assim, a nova língua entra com menos barreiras.

Aprender um segundo idioma leva a criança a conhecer os hábitos e tradições dos países falantes daquela língua. Isso amplia o entendimento sócio-cultural do mundo.

Agora que você já conhece alguns bons motivos para a criança aprender segundo idioma, que tal espalhar as novidades por aí. Compartilhe o contúdo nas suas redes sociais e ajude outros pais e mães a descobrir se já é hora de colocar o filho para aprender segundo idioma.

TAGS

crianças

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você