[ editar artigo]

Qual a melhor idade para começar a ler para os filhos?

Qual a melhor idade para começar a ler para os filhos?

Você sabia que a partir da 20ª semana de gestação, o bebê já possui o aparelho auditivo desenvolvido? Esse é o momento perfeito para a mamãe e o papai começarem a contar histórias para o seu filho! Assim como cantam e falam com a barriga, os pais também podem ler livros para os seus pequenos desde a gestação e seguir com esse hábito durante a vida toda.

A chamada Literatura de Berço defende que nunca é cedo demais para apresentar seu filho ao mundo da leitura. A prática permite que o bebê entre em contato com a fabulação das palavras, o que auxilia na aquisição da linguagem, amplia o vocabulário. Além de estreitar os laços entre pais e filho.

A leitura é conexão

Nos primeiros anos de vida do seu filho, abrir um livro não terá muita relação com a narrativa que está lá dentro. Ele será parte de um ritual entre você e seu filhote, um momento de interação entre pais e filhos. O livro deixará de ser um simples objeto: será um símbolo. Quando você pegar o título nas mãos, a criança já saberá que é a hora de se sentarem juntos para te ouvir. Serão minutos de atenção exclusiva!

A leitura é diversão

No caso de bebês e crianças pequenas, o objetivo não é fazer com que eles compreendam os enredos e acompanhem todos os personagens. O importante é fazer com que ler seja algo divertido! Para quem não está familiarizado, um livro pode significar apenas um brinquedo estranho. Mas, contando uma história de uma maneira cativante, é possível mostrar a ela que daquele estranho objeto, meio "sem graça", saem coisas muito interessantes. Isso pode ser a semente para um grande interesse futuro na leitura.

Como estimular esse hábito?

  • Inclua na rotina - Para garantir que a leitura se torne hábito e contribua efetivamente para o desenvolvimento, ela deve fazer parte da rotina de cuidados do bebê. Ter um momento determinado do dia destinado a essa “tarefa” chega a ser calmante e as crianças pequenas adoram -- é por isso que a leitura antes de dormir é uma tradição forte. Mas não se esqueça de que há várias outras ocasiões, durante o dia, que são uma oportunidade para encaixar momentos de leitura. Dica: é preferível ler pequenos textos todos os dias a ler um livro inteiro em um único dia e depois esperar uma semana

  • Escolha livros apropriados - Do nascimento até por volta dos 3 anos, os bebês costumam manipular o livro para ganhar familiaridade com ele. Aos poucos vão compreendendo que esse objeto tem significado. Então, é bom ter livros à prova d'água, para a hora do banho, livros de pano e livros de páginas duras, resistente – ou seja, que elas podem segurar e manusear facilmente. Nessa fase inicial, eles adoram historinhas acompanhadas de desenhos realistas, bem definidos e de cores vibrantes. Dica: vale a pena apostar nas rimas.

  • Vá além dos clássicos - É normal pensar nas fábulas e contos de fadas. E provavelmente toda criança irá sim ouvir esses contos em algum momento de suas vidas, mas conforme sua filho for crescendo e mostrando sua personalidade, tenha o cuidado de escolher livros que tratam de seus assuntos favoritos! Podem ser sobre o espaço, animais, esportes, dinossauros ou aventuras na floresta, por exemplo.

  • Tenha a mente aberta e não deixe de experimentar vários tipos diferentes de livros. Não fique preso as famosas “divisões de gênero”. A sua menininha pode ficar fascinada com muita ação sobre insetos e monstros e tomar gosto pela leitura com essa temática! Não a prive disso!

  • Abuse do poder da comunicação - Ler não é uma uma via de mão única. Então para estimular o seu filho a usar todas as palavras ele tem ouvido em seus momentos de leitura, basta conversar! Puxe assunto com seu filho, sem medo de usar frases complexas. Encoraje-o a fazer perguntas. Crianças são curiosas, por isso não tenha medo de explorar os interesses dela. Inclusive, use essa ferramenta para descobrir os gostos do seu filho e acertar na mosca quando for comprar o próximo livro! Viu? Está tudo relacionado!

Orientações de leitura de acordo com cada idade:

De 0 a 5 meses

Os bebês basicamente prestam atenção nos gestos e nos sons emitidos pelos pais e a imitar os sons. Com o avanço dos meses, e a ajuda de quem estiver lendo, ele descobrirá as imagens. A conexão entre o que é ouvido e visto demorará um pouco para ser feita, por isso os pais precisam apontar e frisar bastante sobre o que estão falando. Afinal, a palavra “cachorro” não dá a forma do cachorro. Então é necessário mostrar-lhe a imagem do animal para que ele possa interiorizá-la. Uma dica: aponte as figuras que estão no livro e diga em voz alta o nome daquilo para o qual o bebê estiver olhando.

De 6 meses a 1 ano

A leitura começa a se desenvolver e ser bem mais interativa. Os pais devem aproveitar para conversar com a criança sobre as figuras, as formas, as palavras e os sentimentos, relacionando-os com a vida cotidiana. Dica: deixe a timidez de lado e se entregue! Transmita o clima da história por meio da entonação da voz, de gestos e de expressões faciais!

De 1 ano a 2 anos

Nessa fase, a criança já escolhe o livro que gostaria de “ouvir”. Ela lembra bem das ilustrações e aponta as figuras, sempre copiado as expressões e os gestos do adulto que está lendo para ela. Aproveitando toda essa atenção, é possível incrementar os contos com o uso de diferentes vozes para representar os diversos personagens das histórias, e acrescentar um quiz ao final da história: fazer várias perguntas (simples) sobre a narrativa.

De 2 a 4 anos

Esse é o período em que crianças mais gostam de exercer a previsibilidade e, por isso, adoram que os pais leiam as mesmas histórias várias vezes. É o momento perfeito para fazer “pegadinhas”, como ler livros que apresentem ações que as crianças já entendem como inusitadas, por exemplo, “Os três lobinhos e o porco mau”.

De 4 a 6 anos

Com essa idade é importante que os pais comecem a mostrar as palavras que estão sendo lidas, além de seguir a história exatamente do jeito que o autor escreveu, sem alterar as palavras mais complexas que apenas ampliaram o vocabulário da criança.

Quando você começou a ler para o seu pequeno? Lembra qual foi a primeira história qua contou? Certamente muitas mamães e papais tem dúvidas a respeito da introdução da leitura da vida de seus filhos! Compartilhe esse conteúdo e ajude muitas famílias a criarem ávidos leitores!

 

TAGS

leitura

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você