[ editar artigo]

Qual o papel dos tios e tias na criação de uma criança?

Qual o papel dos tios e tias na criação de uma criança?

A chegada de um bebê é motivo de alegria para a família inteira! Todos os adultos próximos ao casal se preparam para essa nova fase pois sabem que irão desempenhar papeis fundamentais na educação da criança! Entre os parentes mais empolgados com a novidade, estão os irmãos e cunhados da mamãe e papai, ou seja, os futuros titios e titias. Cheios de energia, eles estão prontos para amar incondicionalmente seus sobrinhos! Como não incentivar essa relação?

Tios e Tias – Por que tão importantes?

Os irmãos e cunhados do casal são vistos pelo pequeno como as figuras que equilibram o rigor dos pais e a doçura dos avós: eles não têm obrigação de educar o tempo todo nem de paparicar sempre. Podem ser também encarados como aquelas pessoas mais experientes, que parecem muito com a mamãe e o papai, mas não são de fato; e, portanto, deixam a criança mais à vontade para conversar assuntos que exigem ser tratados com carinho, só que com um distanciamento emocional que talvez os pais não consigam. Os tios são essenciais para o crescimento, físico e emocional, de todas as crianças!

Seja um tio/tia presente

Para se tornar um grande amigo da criança, com um laço forte de confiança e amizade, é preciso acompanhar os momentos importantes da vida dela. Dar a atenção ao que ela acha importante (seja um jogo de futebol, por exemplo), e ao que os pais precisam (como ficar com o pequeno durante um final de semana quando eles precisam de um merecido descanso, ou quando houver uma emergência). Quanto maior for o convívio com o sobrinho, mais fácil será construir uma relação ideal e se tornar uma referência para a criança, sendo alguém que o pequeno pode contar e confiar além dos pais.

E se ele/ela não fizer questão do relacionamento com o meu filho?

Não force uma interação se uma das partes não estiver interessada. Parentes que não investem no relacionamento com os sobrinhos podem ferir a autoestima da criança, até porque os pequenos têm capacidade de compreender aquilo que não foi dito ou feito.

Quais são os benefícios da relação?

Descontração

Cada saída é inesquecível! Como os tios não têm a obrigação diária de tomar conta da criança e não são tão rigorosos quanto à educação, podem ensinar piadas e levar a lugares que os pais não levam. Brincar, passear e rir muito são as chaves para a proximidade entre tios e sobrinhos.

Esses finais de semana de aventuras também são ótimos para deixar os pais livres para descansar, trabalhar ou se divertir, eles podem passar um tempo com as crianças e fazer coisas das quais elas sempre se lembrarão.

Um porto seguro

Com o tempo, a amizade se torna cumplicidade. E o tio vira um ouvinte assíduo de todas as peripécias da criança! E isso vale também para os desabafos mais dolorosos. Muitas vezes, as crianças precisam tirar algo do peito (sobre um nota baixa, problemas em casa, etc), e como não se sentem confortáveis falando disso com o pai ou a mãe, recorrem aos tios. Por isso, é importante se mostrar pronto para escutar, aconselhar, e dar o alento de que a criança precisa.

Desta forma, você será alguém presente durante toda a infância e também na adolescência, oferecendo orientação e um ombro amigo quando for necessário e ajudando aos pais a identificar possíveis problemas relacionados aos filhos.

E quando o desabafo for relacionado a uma briga entre pais e filho?

Os tios podem ajudar em situações de conflito com os pais para que os pequenos tenham uma via de escape, mas nunca se posicionando do lado do sobrinho, mas tão pouco dos pais. Deve ser uma posição neutra que inclusive pode se converter no mediador da família.

Modelo de conduta

Hoje em dia as crianças estão influenciadas pelos meios de comunicação e os amigos, e nem sempre isso é algo positivo. Os tipos podem ser exemplos alternativos que ofereçam valores reais.

Muito mais do que dar os famosos puxões de orelha em momentos de desobediência, os tios devem ser bons modelos de conduta. Seja paciente, e ela também terá paciência. Seja carinhoso, e ela também será carinhosa. Tenha respeito por todos, e ela também respeitará. O papel dos tios é serem pessoas boas em quem as crianças podem se espelhar.

E, desse modo, não só os tios mudam a vida das crianças, mas eles também são mudados pelos sobrinhos, incentivados a serem cada vez melhores para dar um bom exemplo.

Semelhanças

O tios e tias são as figuras da família que conseguem olhar para os pequenos com uma perspectiva mais parecida com a dos pais. A visão educativa, por exemplo, tende a ser igual à da mamãe e do papai, pela idade, já que puderam crescer em uma escala de tempo próxima.

IMPORTANTE

Tio e tia, se você quer que seu irmão/cunhado se sinta confiante em deixar que o seu sobrinho passe um tempinho com você, tente também não desautorizar as regras que eles lhe passaram antes do passeio. Por exemplo, se os pais pediram que você não dê doces à criança, NÃO dê! Dessa forma, todos ficarão muito mais seguros e esse cuidado fará toda a diferença.

Assim como os pais, entre si, não devem desautorizar um ao outro na frente dos filhos, os tios e tias jamais poderão fazer isso. Esse tipo de atitude faz com que a criança fique confusa e só prejudicará o seu relacionamento com ela.

Além disso, os palpites sobre a criação do pequeno devem ser dados na medida em que o casal aceita.  Mamãe e papai sempre são soberanos nas decisões.

Além do mais, cuidar dos sobrinhos é uma via de mão dupla! Quando os tios tiverem seus próprios filhos, seus irmãos também cuidarão deles, e será um ótimo revezamento. As crianças se sentirão amadas e todos os pais terão descanso. Tirando a parte que os primos se divertirão MUITO juntos. Todo mundo sai ganhando quando a família trabalha unida! Falando nisso, vocês tem esse hábito na sua casa? Os tios e os sobrinhos tem o costume de passar tempo juntos? Conte pra gente! Deixe o seu comentário!

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você