Sono do bebê. Como colocá-lo para dormir no berço
[ editar artigo]

Sono do bebê. Como colocá-lo para dormir no berço

Garantir a segurança durante o sono é essencial para o desenvolvimento do bebê e para a tranquilidade dos papais
 

Entre os inúmeros desafios das mamães e dos papais estão os cuidados com o sono do filhote.

Recém-nascidos dormem bastante, de 16 a 20 horas por dia, mas uma noite tranquila e confortável é muito importante para garantir um crescimento saudável para o pequeno.


Uma das dúvidas que deixa muita gente aflita é sobre a posição correta para o bebê dormir. Faz diferença colocá-lo de bruços?

Com ou sem travesseiro? Descubra tudo sobre o assunto e proporcione uma noite tranquila de sono para o seu neném:


Coloque o bebê para dormir com a barriga para cima


A posição ideal para colocar o bebê para dormir é de barriga para cima, principalmente no primeiro ano de vida.

A recomendação, reforçada por diversos pediatras e também pela Pastoral da Criança, tem base científica.


Estudos realizados por pesquisadores do Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) mostraram que colocar o bebê para dormir na posição correta pode reduzir em até 70% o risco de morte súbita.


Campanhas realizadas nos Estados Unidos e na Inglaterra reforçam a importância de colocar o bebê para dormir sempre de barriga para cima.

Esta posição ajuda a garantir as funções vitais da criança, além de permitir que ela se movimente com mais liberdade durante o sono.


Ao colocar o bebê com a barriga para cima, a respiração e a pulsação cardíaca mantêm um ritmo constante, evitando a aceleração da pulsação sanguínea.


Já quando está de bruços, o bebê respira um ar viciado, ou seja, ele respira o ar que ele próprio expira – rico em gás carbônico e pobre em oxigênio. Inspirar esse ar pode ser uma das causas da Síndrome da Morte Súbita Infantil.


Após o quarto mês de vida, os bebês já se mexem mais, inclusive enquanto dormem.

Alguns acabam virando de bruços no meio da noite e, embora a posição não seja recomendada durante o primeiro ano de vida do bebê, eles já têm mais autonomia para se mexerem sozinhos.


Caso veja seu bebê dormindo de bruços ou de lado, não é preciso ficar aflita: basta virá-lo quando presenciar situações como essa.

Por isso, sempre que for colocar seu filhote para dormir, certifique-se de que ele está apoiado em uma superfície lisa e firme, sempre com a barriguinha para cima.


Evite travesseiros, pelúcias ou brinquedos no berço


Bebês podem puxar as coisas enquanto dormem, correndo o risco de ficarem sufocados. Para evitar que isso aconteça com o seu filho, retire qualquer objeto do berço, como brinquedos, bichinhos de pelúcia ou roupinhas.


Além disso, não se preocupe com travesseiros durante os primeiros meses de vida do seu filhote. Também se certifique que os lençóis ou cobertores estejam com todas as pontas bem presas ao colchão, evitando que o bebê possa puxá-los.


Garanta o silêncio no ambiente


Diversos fatores influenciam em uma noite de sono tranquila para o bebê, como saciedade, cansaço e barulho. Por isso, garanta que o quarto do bebê seja um ambiente seguro e calmo. 


O que fazer se o bebê tiver refluxo?


Mesmo que ele tenha refluxo, a recomendação é deixa-lo de barriga para cima.

Porém, é possível deixa-lo inclinado, num ângulo de 30º a 45º, sobre uma almofada na cabeceira do berço. A posição ajuda o bolo alimentar a fazer o caminho natural da comida.


Antes de tomar quaisquer decisões, consulte o pediatra de sua confiança e explique o que está acontecendo.

Um profissional com conhecimento do histórico de saúde do seu filho poderá ajudá-lo da melhor maneira possível.


A posição do bebê deve ser mudada se ele dormir no carrinho ou no bebê conforto?


A recomendação continua a mesma: o bebê deve ser colocado para dormir com a barriguinha para cima, independentemente de onde ele estiver dormindo – no berço, no bebê conforto ou no carrinho. Isso garante que o bebê respire normalmente e sem dificuldades.


O bebê deve dormir com os pais?


A Academia Americana de Pediatria publicou, recentemente, recomendações atualizadas que indicavam que, até um ano de vida, o bebê poderia dormir no mesmo quarto dos pais, mas não na mesma cama.
Não posso deixar meu bebê de barriga para baixo?


É claro que pode! Muitos nenéns se sentem mais relaxados nesta posição, mas é fundamental que o bebê fique nesta posição apenas enquanto estiver acordado ou sob a supervisão de um adulto.


Devo apostar na técnica do casulo?


O hábito de enrolar bebês em uma manta, com o objetivo de imitar o ambiente do útero para acalmá-los, pode até ser muito utilizado, mas não é indicado, pois aumenta os riscos de Síndrome de Morte Súbita Infantil, principalmente em crianças com mais de seis meses.


De acordo com estudos da Universidade de Bristol, na Inglaterra, a técnica aumenta em duas vezes o risco da morte súbita.

Com bebês com mais de seis meses, o casulo é ainda pior, pois a criança pode rolar para uma posição não segura e terá menos chances de se mexer caso obstrua o nariz ou a boca durante o sono. Por isso, é melhor não arriscar.


O que é a Síndrome de Morte Súbita Infantil?


A Síndrome da Morte Súbita Infantil, ou síndrome da morte súbita do lactente, não é uma doença específica.

Trata-se de um diagnóstico dado por especialistas quando um bebê saudável morre sem uma explicação.


Muitos casos acontecem durante o sono noturno, o que leva especialistas a associarem a posição do sono do bebê como uma das causas da síndrome.

Cerca de 90% dos casos acontece até os seis meses de idade e o risco vai diminuindo conforme o bebê vai crescendo.

Com essas dicas, nossos bebês dormirão bem mais seguros e a gente vai ter mais confiança. Legal, né?
 

Comunidade Alô Bebê
Carolina Peres
Carolina Peres Seguir

Jornalista, coordenadora de content e inbound marketing!

Continue lendo
Indicados para você