[ editar artigo]

Tudo sobre estomatite em bebês!

Tudo sobre estomatite em bebês!

A estomatite não é somente infantil, mas marca a infância de muitas crianças. Para não entrar em pânico e saber como cuidar do seu pequeno, saiba exatamente o que causa o problema, os sintomas e as principais maneiras de aliviar o incômodo do seu filho.

O que é estomatite?

“Estômato”, palavra de origem grega, significa “boca”. Sendo assim, estomatite é um termo geral usado para designar doenças ou inflamações da cavidade bucal, que podem ter causas diversas. A estomatite infantil, especificamente, é uma inflamação caracterizada pelo aparecimento de aftas na língua, gengivas, bochechas e garganta. Ela é causada pelo vírus Herpes simples (HSV-1) ou Coxsackie, sendo o primeiro bem mais frequente. Ambos se aproveitam de momentos de baixa imunidade, provocados por uma gripe, por exemplo, para entrar em ação.

Apesar de ser mais comum nas crianças, a estomatite pode surgir em qualquer idade.

Sintomas

Feridas esbranquiçadas no centro e avermelhadas nas bordas surgem nas bochechas, na gengiva, na língua, em alguns casos, nas amígdalas. Como essas aftas costumam ser doloridas, seu filho possivelmente ficará irritado, vai babar mais que de costume e perderá o apetite e até a sede (dói para engolir).

Outra manifestação comum é a febre, que pode chegar a 39 graus.

Importante: Em casos raros, uma estomatite causada pelo vírus do herpes pode se espalhar para os olhos e infectar a córnea. Uma infecção desse tipo pode levar a danos permanentes nos olhos, por isso leve seu filho imediatamente a um médico se ele tiver estomatite e você perceber que os olhos dele estão avermelhados, lacrimejantes e há sensibilidade à luz.

Causas da estomatite na infância

Podemos dizer que a faixa etária favorita da estomatite está entre 1 e 5 anos. É nessa fase que as crianças normalmente ingressam na creche ou na escolinha e convivem muito próximas aos coleguinhas, trocando secreções. Esse cenário facilita a contaminação pela proximidade com outros pequenos ou objetos já infectados. Além de evitar sair de casa com o sistema imunológico debilitado, e sempre lavar as mãos, a estomatite pode ainda ser causada por falta de vitamina B e C. Por isso, o consumo de alimentos ricos nestas vitaminas ajuda a prevenir a doença.

Quanto tempo dura a infecção?

Até que o vírus cumpra seu ciclo, o que pode levar de 7 a 10 dias.

A cura

O tratamento é sintomático não será feito por antibióticos, combatendo apenas os sintomas da infecção. O pediatra é quem definirá os medicamentos e a dosagem a serem administrados, e normalmente um antitérmico será indicado para controlar a febre.

Durante as duas semanas de cuidados mais intensos importante é manter a boquinha da criança sempre limpa, para reduzir as chances da infecção se agravar. A limpeza pode ser feita com gaze e água fresca ou por meio da escovação habitual dos dentes.

Alimentação

Durante o tratamento, enquanto as feridinhas ainda estiverem abertas, mamãe e papai devem ter tomar algumas medidas para que a refeição fique menos dolorida para o pequeno. Evitar alimentos quentes e ácidos, focar em sucos e preparar receitas pastosas, como purês, ajudam a reduzir significativamente o incômodo ao engolir, prevenindo casos de desidratação e desnutrição.

O seu filho já teve estomatite? Na época, você soube identificar os sintomas da doença? Ter informações sobre saúde e cuidados com os nossos filhos é precioso! Para acessar mais conteúdos como esse, entre em nosso site! Contribuir com o bem-estar da sua família é parte da missão da Alô Bebê!

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você