[ editar artigo]

4 dicas para manter a segurança no berço do bebê

4 dicas para manter a segurança no berço do bebê

Nada melhor do que a sensação de ver seu bebê dormindo na maior paz e tranquilidade, não é mesmo? E é assim, dormindo placidamente, que eles devem passar a maior parte do tempo nos primeiros anos de vida.

Por isso, é muito importante para eles e para os pais que o berço, além de confortável, não traga riscos. Confira essas 4 dicas para manter a segurança no berço do bebê.

1. Escolha um bom berço

Segurança no berço do bebê começa com o selo de aprovação do Inmetro. Isso garantirá que ele esteja de acordo com as normas de segurança e proteção em termos do material de que é feito.

A tinta também não deve ser tóxica. Se o berço for feito sob medida, converse com o marceneiro sobre essa questão. Reforce também o espaçamento da grade para que seja do tamanho correto (entre 4 e 6 cm).

Desde 2016, esses espaços entre os vãos não podem mais ser móveis para impedir que o bebê prenda alguma parte do corpo, assim como os cantos devem ser arredondados para evitar machucados, entre outras coisas. É uma determinação de lei e deve ser cumprida em qualquer ocasião.

O colchão também deve ser certificado, o que garante mais conforto e segurança no berço do bebê. A melhor densidade é a 20 ou a 23, que sustentam bem o corpo do bebê, mas se adaptam ao formato dele. Colchão mole demais é problema, porque favorece a sufocação, pois o rosto pode afundar no colchão e a respiração ficar difícil.

2. Não deixe objetos no berço com o bebê dormindo

É lindo, custa caro, às vezes é até um sonho. Mas tenha responsabilidade, porque especialmente quando os bebês têm ainda poucos meses, edredons, protetores, almofadas e bichos de pelúcia grandes podem causar sufocamento. Segurança no berço do bebê é se antecipar a possíveis problemas.

Enquanto ele, já maiorzinho, estiver brincando, não tem problema, mas depois que dormir ficará mais seguro e confortável sem objetos no berço.

Quando o neném começar a ficar de quatro sozinho, também é importante retirar móbiles ou outras coisas que estejam penduradas. Qualquer objeto agora poderá ser puxado pelo pequeno, potencialmente causando acidentes. Eles são fortes e curiosos e, assim, atenção é a fada-madrinha dos bebês.

3. Defina com cuidado a localização do berço

Por segurança, é importante não deixar o berço perto de janelas, mesmo que elas tenham telas ou grades. Também é importante não deixar cordinhas de persiana ou quaisquer outros objetos por perto que os bebês possam puxar. Recomenda-se ainda que o berço não fique em um lugar com incidência direta de sol, para evitar variações muito grandes de temperatura.

4. Baixe a altura do estrado conforme o bebê cresce

Esse é o item mais importante quando se trata de segurança no berço do bebê. O estrado alto facilita muito a vida de mães e pais para tirar e botar o bebê no berço. No entanto, conforme ele cresça, fique de quatro e comece a ficar em pé, é importante adequar a altura do estrado para evitar que o pequeno explorador consiga escalar a grade, caia lá de cima e se machuque.

Você conhece casos de bebês que se safaram por pouco de uma travessura no berço, ou de mães e pais que foram espertos e impediram que algum acidente acontecesse com seu bebê? Conte aqui para a gente e aproveite para relatar sua experiência nesse assunto.

 

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você