3 dicas para viajar de avião com a criança sem se estressar
[ editar artigo]

3 dicas para viajar de avião com a criança sem se estressar

Malas prontas? A família vai viajar! Tem coisa mais esperada e gostosa que planejar um passeio e voar até o destino escolhido para passear, conhecer lugares novos e descansar? Tem sim: fazer tudo isso com sossego.

Para o passeio ser um sucesso, o segredo é começar bem e terminar bem. Em outras palavras, viajar de avião com a criança pode ser uma das partes mais divertidas da viagem, desde que os pais se planejem, se organizem e tenham à mão tudo que for necessário para aproveitar bem o deslocamento.

É verdade que aeroporto e avião não são ambientes que transmitem muita tranquilidade para bebês e crianças. Além disso, a expectativa de chegar no destino pode deixar os pequenos bem estressados. Mas isso não é condição obrigatória. Temos cinco boas dicas para viajar de avião com a criança com tranquilidade e sem estresse.

1. Pais tranquilos = filhos tranquilos

Viajar de avião com a criança pode deixar os pais estressados. São muitos detalhes para tomar conta, com atenção redobrada para atender o pequeno durante o tempo inteiro do deslocamento. Crianças percebem claramente quando os adultos estão incomodados e reagem imediatamente se irritando e ficando nervosas também.

Por isso, tudo fica melhor quando o pai e a mãe estão sossegados e transmitindo tranquilidade. Não só durante o voo, mas no checkin, no despacho da bagagem e na retirada das malas no destino. Durante a viagem, relaxe e curta. Seu filho vai entender o recado.

2. Preparar é tudo

Viajar com a criança de avião começa no momento em que os pais contam para o filho que haverá esse passeio. Se falarem cedo demais, a ansiedade se prolonga. Se falarem muito em cima, a criança não vai conseguir processar.

Assim, dependendo do tamanho da viagem, traga o assunto à tona e converse sobre isso com naturalidade. Não deve nem ser o assunto número um da casa e nem um tabu. Explique os preparativos e, na hora certa e na medida das possibilidades, convide a criança para arrumar a mala dela.

Ainda no quesito "antes", cheque com o pediatra quais são os medicamentos e a farmacinha de primeiros socorros que é importante ter na mala e na bolsa que vai na mão, dentro da aeronave.

3. Durante o voo

Este é o grande momento de viajar com a criança de avião e as escolhas certas fazem toda a diferença. Na subida e na descida da aeronave, é importante dar algo para a criança mastigar ou sugar, para evitar dor no ouvido pela diferença de pressão. Entre um momento e outro, dê líquidos de forma abundante. A desidratação comum nos voos pode deixar seu filho irritado.

Para percursos curtos, o ideal é voar durante o dia para não alterar demais a rotina da criança. Para deslocamentos mais longos, viajar à noite pode ser bom, porque a criança dorme e o tempo passa mais rápido. Para ajudar, o cobertor e o bichinho de pelúcia preferidos devem estar à mão, assim como a chupeta para os que usam.

Enquanto a criança estiver acordada, o espaço será reduzido e é importante mantê-la entretida. No entanto, uma de cada vez. Alimentação, desenho, jogos eletrônicos, filme, leitura. Vale tudo, mas uma coisa de cada vez.

Mas lembre que a mala que pode ir dentro da cabine tem tamanho limitado. Por isso escolha alternativas compactas e que serão usadas mesmo. Jogos com pecinhas que podem cair e se perder não é boa ideia. Gibis com passatempos, ao contrário, são bem vindos. Álbum de figurinhas, ou livro de adesivos também.

Curtiu? Então compartilhe. Use suas redes sociais para ajudar pais e mães que vão viajar de avião com a criança a fazer desse momento uma boa lembrança. Assim, a viagem é um sucesso do início ao fim e todo mundo aproveita o passeio! :)

TAGS
Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Continue lendo
Indicados para você