[ editar artigo]

Autoeducar, para então educar

Autoeducar, para então educar

Mas como faço isso?

Que tal começar por dentro!? Sim. é extremamente difícil, mas autocontrole e autorresponsabilidade são o início de tudo.

Costumo dizer que nossa única missão, digo única porque na minha opinião todo o resto é função, é EDUCAR.
Educar é uma missão e logo aí não nos preparamos com afinco, com leitura, com mestrado, com dedicação ou uma especialização.
Não buscamos ajuda!

Não há um curso!

Aprendemos na prática a fazer o melhor que podemos, embasados no melhor que nossos pais fizeram.

Então, como estou aqui para ajudar, vou te propor mudar:

Tente imaginar como você se sentiria se recebesse um olhar fuzilador de alguém, justamente na hora que estivesse com medo do resultado de um exame, de um entrevista de emprego.

Daí a criança te irrita porque está com medo de ficar na escola ou na casa do amiguinho.

E se recebesse um grito histérico de NÃO, porquê perguntou se podia faltar ao trabalho? Afinal você estava com dor, mas não disse.

Que tal pensar antes de agir, não gritar, respeitar, se conectar com a criança, acolher a necessidade dela, ter empatia e tentar entendê-la.

As crianças de hoje não são as mesmas de ontem.

A educação de ontem não serve pra hoje.

Precisamos entender que elas querem respeito, querem participar efetivamente das decisões que afetam a sua vida, a sua rotina, o seu mundinho.

Elas só querem ser aceitas e importantes.

Faz sentido? Eu posso te ajudar!

Janaína Figueiredo
Especialista em Coaching Parental

Instagram - Mãe que Encoraja 

Comunidade Alô Bebê
Janaína Figueiredo
Janaína Figueiredo Seguir

Janaína Figueiredo, mãe do Otto e da Anna e Coaching Parental. Sigo, por amor, transformando famílias porque acredito que é impossível cuidar da criança sem olhar para o adulto que cuida dela. Instagram: @maequeencoraja

Ler matéria completa
Indicados para você