[ editar artigo]

Quais as principais características de uma gravidez de menino?

Quais as principais características de uma gravidez de menino?

Alguns papais e mamães preferem saber o sexo do bebê apenas na hora do nascimento, outros querem saber assim que for possível. De qualquer jeito, muito se fala sobre diferenças na gestação de meninos e meninas, algumas coisas são mitos, outras são comprovadas pela ciência. Você sabe o que esperar na gravidez de menino?

Primeiro, vamos falar das sensações na gravidez de menino. Muitos enjoos significam menor probabilidade de ser um menino.

De acordo com uma pesquisa noticiada na revista NewScientist em 2016, mulheres que sofrem com fortes enjoos devido a uma condição chamada hiperêmese gravídica (cuja origem ainda não se sabe ao certo) têm 56% de chance de ter uma menina.

Isso não quer dizer que não aconteça de grávidas de meninos enjoarem muito ou que grávidas de meninas não possam enjoar pouco, cada organismo e cada gestação tem suas características próprias. Trata-se mais de percepção do que de comprovação. O fato é que mulheres relatam que na gravidez das filhas enjoaram mais e na gravidez dos filhos nem enjoaram.

E o corpo na gravidez de menino?

Maior ganho de peso indica maior probabilidade de ser menino. A ciência explica. Embriões masculinos precisam de mais calorias para sobreviver durante a gestação, de acordo com descoberta da pesquisadora Kristen Navara, da Universidade da Georgia, nos Estados Unidos, publicada pela revista PLOS One em 2014.

A endocrinologista observou que mães que engordaram menos tiveram mais meninas, e mães que engordaram mais tiveram mais meninos. De novo, não se trata de uma regra absoluta, mas de probabilidade.

Há maior risco de complicações na gestação de um menino. Segundo pesquisa realizada na Austrália analisando dados de nascimentos de 1981 a 2011, publicada na PLOS One em 2016, as probabilidades de parto prematuro, diabetes gestacional e pressão alta são maiores para grávidas de meninos.

Agora, com a palavra, a tradição popular. O formato da barriga não indica o sexo do bebê. Trata-se de um mito muito difundido popularmente: barriga mais arredondada indicaria gravidez de menino, enquanto barriga pontuda indicaria que vem uma menina. É mais para divertir que para encanar.

Não existe qualquer evidência científica para sustentar essa ideia, o formato da barriga varia de acordo com o organismo da gestante e com a posição do bebê. No entanto, há mulheres que juram que a barriga ficou completamente diferente de uma gestação para outra e a razão: diferença no sexo da criança.

O ritmo cardíaco do bebê não tem relação alguma com seu sexo. Outro mito difundido popularmente é de que a frequência cardíaca acima de 140 bpm indica se tratar de uma menina. Não existem dados que sustentem essa informação.

Grávidas de meninos não têm maior propensão a desejarem comidas amargas. Outro mito comum é o de que as gestantes que sentem desejos por doces esperam uma menina e as que sentem desejo por comidas amargas esperam meninos. Novamente, não há qualquer fundamentação científica que indique a existência de uma relação entre as coisas.

Há ainda outros mitos sobre características que indicariam o sexo do bebê: temperatura dos pés da gestante, ressecamento da pele, brilho e volume do cabelo, qual peito está maior, premonição em sonho, preferir o miolo do pão ou a casca... Não se deixem enganar, nada disso tem qualquer respaldo científico e, mesmo que pareça inofensivo e até eventualmente bonitinho, não trará nada de bom para a mãe ou para o bebê.

Você sentiu alguma diferença na gravidez de menino ou de menina? Comente aqui no pé do post, na área de comentários. A gente quer saber a sua opinião.


 


 

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você