[ editar artigo]

Amor em dose dupla: veja como fazer a amamentação de gêmeos

Amor em dose dupla: veja como fazer a amamentação de gêmeos

Uma das questões que mais preocupam as mamães, especialmente as de “primeira viagem”, é a amamentação. Afinal, mãe e filhos estão aprendendo juntos como dar e receber o leite materno, e existem tantos pormenores que apavoram as mulheres... Será que a pega é adequada? O bebê está mamando suficiente? A quantidade de leite produzido é bastante? Agora, imagine no caso de mães de gêmeos, que não têm um só corpinho frágil para segurar e uma única boquinha para alimentar, mas duas – ou mais!

LEIA MAISTudo o que você precisa saber sobre amamentação

O desafio é grande, especialmente nos primeiros dias, mas é só ter paciência, pegar o jeito e contar com o apoio do companheiro e pessoas próximas, que tudo é possível – e a satisfação de amamentar dois bebês ao mesmo tempo também pode ser dobrada. Pois, neste post reunimos informações e dicas de ouro de como amamentar gêmeos. Confira!

Com ajuda, tudo é possível

Os recém-nascidos, nas primeiras semanas de vida, precisam mamar entre 8 e 12 vezes ao dia, o que significa que eles são amamentados a cada 2 ou 3 horas. Normalmente, as mamadas levam, em média, entre 20 a 30 minutos, portanto, conseguir que os gêmeos entrem na mesma rotina permite que a mãe tenha mais tempo para ela e possa descansar entre uma sessão e outra.

Um fator importante é que, mesmo no caso de gêmeos idênticos, cada bebê tem sua própria personalidade, apetite e necessidades. Então, depende muito da dinâmica dos pequenos para que a mãe descubra a melhor forma de amamentá-los. Normalmente, a rotina de amamentação começa com as mães dando de mamar a um bebê por vez, mas, passados os primeiros dias de sufoco, muitas mulheres se adaptam e amamentam os gêmeos ao mesmo tempo.

LEIA MAIS Aleitamento materno: conheça aqui experiências reais de amamentação

É possível dar de mamar a duas crianças simultaneamente, e basta que a mulher conte com o apoio necessário para manejar os pequenos. No início, é indispensável ter alguém por perto para ajudar a segurar e posicionar os bebês e, antes de iniciar as mamadas, é bom a mãe ter tudo o que ela possa precisar por perto, como toalhinhas, água, fraldas, travesseiros etc. Ademais, existem várias posições que permitem acomodar os dois pequenos na hora de mamar. Veja:

 

Cuidados

Independentemente de que a mãe opte por amamentar um bebê de cada vez ou os dois simultaneamente, é necessário intercalar as sessões de forma que as crianças não mamem sempre no mesmo peito, para que ambas as mamas recebam os mesmos estímulos e a produção de leite não seja afetada.

E há leite que chegue? Na verdade, o corpo humano é uma máquina maravilhosa e, se as mamas receberem o estímulo adequado, a mãe produzirá leite suficiente para alimentar os bebês. Vale lembrar que não há nada de errado em dar de mamar no peito para um pequeno enquanto o outro recebe leite ordenhado da mãe por meio do copinho ou da mamadeira – e que as crianças se intercalem entre uma mamada e outra.

E no caso de trigêmeos ou mais? Bem, aí a solução é fazer rodízio entre os bebês, e prestar atenção para que as crianças nunca mamem 2 vezes no mesmo peito. Seja como for, é imprescindível dar de mamar ou esgotar o leite pelo menos 8 vezes a cada 24 horas para estimular a produção de leite, e é vital que a mulher se alimente bem, tome muitos líquidos, mantenha a saúde das mamas em dia, tenha ajuda do marido e familiares e cuide dela mesma. E você, tem alguma dica para compartilhar com outras mamães? Não deixe de contar nos comentários e de participar da nossa comunidade aqui da Alô Bebê!

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você